Cláudio Humberto

Há quem acredite

acessibilidade:

Cartes usa paixões nacionalistas e conexões no governo, na Justiça e na imprensa para difundir que sua prisão “fere a soberania paraguaia”.

Reportar Erro