Cláudio Humberto

Contribuinte paga conta do apagão; a empresa, não

acessibilidade:

A causa do apagão do Amapá ainda não foi determinada, mas a maior punição já foi aplicada pelo governo Bolsonaro ao pagador de impostos, que terá de bancar a conta de luz dos amapaenses. A empresa LMTE, da Gemini (Isolux), responsável pelo apagão, será premiada com o recebimento integral do valor da conta de energia. O custo bilionário da negligência será bancado com a volta do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) sobre o crédito e cartões de crédito de quem já é explorado pelos bancos.

Reportar Erro