Mais Lidas

Magia negra no poder

acessibilidade:

José Sarney era presidente interino quando certa noite lhe telefonou o ministro da Justiça, Fernando Lyra, pedindo um encontro urgente para contar como a Polícia Federal desvendara as razões da enfermidade de Tancredo Neves, ainda lutando pela vida no hospital. Sarney recebeu Lyra e seu chefe de gabinete, Cristovam Buarque, quase às 2h da madrugada. Os dois exibiram um boneco espetado por agulhas, suposto “trabalho de vudu” encontrado nas imediações da Granja do Torto. Sarney perguntou-lhes pelas providências. Lyra reagiu orgulhoso: “Já procuramos um terreiro e o ‘trabalho’ foi desfeito, presidente!” Ê Brasil…