Mais Lidas

Planos de saúde

Planos de saúde já ‘expulsaram’ quase 3 milhões de brasileiros

Plano de 'recuperação' das operadoras tem respaldo da ANS

acessibilidade:

Quase 3 milhões de brasileiros já foram “expulsos” de planos de saúde pela incapacidade de suportar as mensalidades e os reajustes quase criminosos. Entre abril de 2017 e abril deste ano, planos encolheram para 47,3 milhões de clientes, segundo a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Eram 50,4 milhões em 2014. Isso decorre do “plano de recuperação”, cartelizado e perverso, baseado na relação abusiva com a clientela e lastreado em resoluções camaradas da ANS. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

O “plano de recuperação” suprime planos individuais, cujos valores são fixados pelo órgão regulador, e mantém apenas os “corporativos”.

Nos planos corporativos ou coletivos, valores são definidos pela própria operadora, sem qualquer controle, nos valores que bem entender.

Oficialmente, reajuste dos planos coletivos são “negociados entre as partes”. Mentira: é a “negociação” entre o pescoço e a navalha.

Os planos de saúde faturaram R$178 bilhões somente em 2017. Com tanto dinheiro e poder, têm também o lobby mais influente.