A mãe ta on

Soraya faz post insinuando que está solteira e agita o Twitter

Alguns seguidores entenderam que é estratégia para estar em evidência

acessibilidade:
Senadora recebe críticas por interagir com fakes (Jane Araújo-Ag. Senado)

A imprevisível senadora Soraya Thronicke (UB-MS) se envolveu em mais polêmica na rede social Twitter. Dessa vez, a parlamentar fez postagem de que “estava on”, ou “disponível”, na linguagem da Web. O tuíte foi escrito às 19h31 de domingo e gerou várias hipóteses entre seus seguidores.  “Aviso aos brasileiros: estou on”. As informações são do site MS em Brasília, parceiro do Diário do Poder.

As mais comentadas foram de que a senadora estaria disponível para relacionamentos amorosos, uma vez que, na mensagem, ela utilizou emoji com “olhinhos apaixonados”.

“Como assim? Tá solteira?”, indagou a seguidora Luíza. Já @mveigakk foi mais direto: “Me dá uma chance. Então eu levo meu VR (vale refeição), a gente vai num mercado compra um monte de besteira e assiste um filme juntinho”.

Ana Carolyne afirmou ter certeza de que Soraya não sabe para que serve o “tô on”. ST Vanderlei diz que a senadora terá o mesmo futuro da ex-deputada federal Joice Hasselmann, de São Paulo. De aliada, passou a fazer forte oposição ao então presidente Jair Bolsonaro. Em 2018, teve 1,078 milhão de votos; em 2022, apenas 13.679.

Já @Simayapfto entendeu como verdadeira a indireta de que a senadora está atrás de marido ou mulher. Lucas Fer se adiantou: “Eu também estou, Soraya. Olha a coincidência”. Breno Palhares arrematou: “Não brinca comigo, vida”.

Soraya disputou a presidência da República pelo União Brasil. Teve apenas 600.955 votos em todo o país, sendo 8.082 em Mato Grosso do Sul, quantidade insuficiente para se eleger até mesmo como deputada estadual.

O volume de votos conquistados pela senadora foi vergonhoso, mas o valor das despesas de sua campanha alcançou cifras milionárias. Foram torrados R$ 38.519.662,78, média de R$ 64 por voto, um dos maiores valores per capita na história das eleições presidenciais do Brasil.