Crise 123 Milhas

Maxmilhas entra com pedido de recuperação judicial

A agência de viagens informou uma dívida de R$ 226 milhões

acessibilidade:
A Lance Hotéis, que foi adquirida pela Maxmilhas, também está no requerimento. Foto: Reprodução redes sociais

A Maxmilhas, agência de viagens on-line pediu a inclusão no processo de recuperação judicial da 123 Milhas, as duas as empresas fazem parte do mesmo grupo. Quem divulgou a informação foi a própria companhia. 

a Maxmilhas informou ter uma dívida de R$ 226 milhões, segundo pedido encaminhado ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) 

“Dada a gravidade da crise que vem sendo enfrentada pelas requerentes, com diversas determinações de bloqueios, escassez de acesso a crédito e vencimento antecipado de contratos, não lhes restou alternativa que não o protocolo do presente pedido nesta data, sob pena de não conseguirem preservar suas atividades”, diz o documento. 

O desembargador Alexandre Victor de Carvalho, foi quem assinou a medida, com caráter de urgência válida até a empresa apresentar as garantias necessárias para seguir com o processo de recuperação judicial. 

“A Maxmilhas ressalta que não haverá suspensão de nenhum produto e que não está cancelando passagens ou reservas de hospedagens. A empresa informa ainda que não há nenhuma pendência trabalhista entre os débitos contemplados no pedido de recuperação judicial”, Maxmilhas, em nota. 

Reportar Erro