US$51 milhões

‘Clima’ justifica projeto milionário com a China

acessibilidade:
Satélite milionário leva assinatura de Mauro Vieira, chanceler de enfeite (Foto: Marcelo Camargo/ABr)

O governo Lula tenta acelerar assinatura de contrato com o governo chinês que vai custar pelo menos US$51 milhões no lançamento de um satélite que, diz o acordo, servirá para monitorar condições climáticas, queimadas e desastres naturais. O projeto foi encaminhado na quinta-feira (23) ao Congresso Nacional, que precisa autorizar a liberação da fortuna. O contrato, costurado na ida de Lula à China em abril de 2023, prevê que a propriedade do aparelho será dos dois países, meio a meio. As informações são do jornalista Cláudio Humberto, colunista do Diário do Poder.

Apesar da desculpa “climática” para gastar a grana, o Ministério do Meio Ambiente e Mudança Climática sequer é citado no acordo.

Assinam o acordo a apagada ministra Luciana Santos (Ciência e Tecnologia) e o chanceler de enfeite, Mauro Vieira.

Vai demorar para o milionário satélite dar algum retorno por aqui… a previsão de lançamento é para daqui quatro anos, só em 2028.