Denunciados pela PGR

Chega a 98 o número de ações penais da PGR contra vândalos em Brasília

Augusto Aras denunciou mais 54 pessoas só nesta segunda-feira (23)

acessibilidade:
Invasores durante ataques ao Congresso, STF e Palácio do Planalto, em 8 de Janeiro de 2023. (Foto: Marcelo Camargo/ABr/Arquivo)

A Procuradoria-Geral da República (PGR) denunciou mais 54 pessoas por crimes relacionados aos atos de vandalismo em Brasília no último dia 08. Com isso, o número de ações penais apresentadas pela PGR chega a 98. A ação de hoje é a terceira leva de denuncias. Há ainda o pedido para que as condenações considerem o chamado concurso material previsto no artigo 69 do mesmo Código, ou seja, os crimes devem ser considerados de forma autônoma e as penas somadas.

As denúncias afirmam que os fatos ocorridos em 8 de janeiro estão sendo apurados pelo MPF em quatro núcleos: executores materiais, autores intelectuais e instigadores, financiadores e agentes públicos que se omitiram.

A denúncia do MPF não representa a condenação dos envolvidos. Caberá à Justiça julgar se aceita os pedidos. Em caso de recebimentos, os denunciados passarão à condição de réus.