Prioridades

Pacheco e Lira alinham a pauta do Congresso

Presidente do Senado prevê conversa com presidente da Câmara até amanhã

acessibilidade:
Arthur Lira e Rodrigo Pacheco discutirão rumos da pauta do Congresso Nacional. Foto: Agência Câmara

Os presidentes do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), e da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), devem se reunir, até amanhã (25), para alinhar a pauta do Congresso Nacional, definindo a prioridade de votações nas duas Casas legislativas. A informação foi dada pelo senador Pacheco, nesta quinta-feira (24), após encontro com o ministro-chefe da Secretaria de Relações Institucionais (SRI), Alexandre Padilha.

“Alinhamos [com Padilha] alguns encaminhamentos, sobretudo em relação a temas que eram objeto de medidas provisórias e que agora virão por projetos de lei. Conversei pelo telefone com presidente Arthur Lira. Nós devemos nos encontrar justamente para fazer o alinhamento de todas as matérias que possam ser apreciadas. Provavelmente de hoje até amanhã a gente possa conversar para alinhar as pautas do Senado e da Câmara”, anunciou Pacheco, em entrevista coletiva após reunião com líderes partidários na Presidência do Senado.

O senador mineiro comentou que Padilha pediu-lhe que o projeto de lei sobre o marco temporal para a demarcação de terras indígenas fosse analisado pela Comissão de Direitos Humanos (CDH) ou pela Comissão de Meio Ambiente (CMA), esticando a tramitação da matéria. E lembrou que o novo rumo deve passar por um entendimento com a maioria do parlamento, já que o projeto vai para as Comissões de Agricultura (CRA) e de Constituição e Justiça (CCJ).

Já o senador Rogério Marinho (PL-RN), que lidera a oposição, defendeu a votação rápida da matéria sobre o marco temporal. “Nós pedimos celeridade no marco temporal, que já passou ontem na CRA. Que ele trâmite na CCJ com celeridade. Já faz 16 anos que nós estamos no Congresso Nacional discutindo esse tema”, argumentou Marinho.

O líder do Governo de Lula (PT), senador petista Jaques Wagner (BA) informou que o projeto do marco temporal deve ser votado na CCJ na próxima semana. E disse que o Plenário votará na terça (29) ou na quarta-feira (30) o projeto que restabelece o voto de qualidade em caso de empate no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf). (Com informações da Agência Senado)

Reportar Erro