Mais Lidas

"Táxis pretos"

Tribunal de Contas suspende sorteio dos táxis pretos

TCM diz que Prefeitura obstruiu fiscalização do edital

acessibilidade:

Está suspenso o sorteio dos 5 mil alvarás dos “táxis pretos” criados pela gestão Fernando Haddad (PT). A decisão foi tomada pelo conselheiro do Tribunal de Contas do Município (TCM) Edson Simões porque a Prefeitura não encaminhou cópia do processo administrativo do sorteio e da lista de inscritos solicitadas por ele.

O sorteio foi realizado no último dia 10. Com a polêmica do aplicativo Uber, Haddad decidiu criar a nova categoria de táxis. Os veículos só poderão aceitar chamadas feitas por aplicativos de celular, mas poderão cobrar tarifa mais cara do que os táxis comuns.

Em seu despacho, Simões afirma que o gesto da Prefeitura “configura obstrução a procedimento de fiscalização".

A Secretaria Executiva de Comunicação contesta a suspensão e afirma que “mais uma vez, o conselheiro Edson Simões afronta a administração municipal, sobretudo a Secretaria Municipal de Transportes, com decisão intempestiva, sem qualquer justificativa. Todas as decisões da Secretaria Municipal de Transportes foram barradas por ele”.

Esse é o 17º edital de licitação da gestão Haddad a ser barrada pelo TCM.