Propaganda antecipada

TRE-AL manda Renan Filho retirar posts de seu Facebook

Ele foi acusado pelo TRE-AL de propaganda antecipada no Facebook

acessibilidade:

O desembargador eleitoral Otávio Leão Praxedes ordenou que Renan Calheiros Filho retire de seu Facebook, dentro de 48 horas, todo e qualquer material referentes às suas pretensões eleitorais. Caso ele desobedeça a ordem do tribunal, receberá multa diária.

Segundo a decisão do desembargador do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE/AL), o conteúdo exposto pelo filho do presidente do Senado, Renan Calheiros, pode ser caracterizado como propaganda eleitoral antecipada, o que é vetado pela legislação eleitoral. A representação foi feita pelo Ministério Publico Eleitoral.

Para o desembargador, há promoção pessoal nos posts de Renan Filho, o que caracteriza “autêntica antecipação da campanha eleitoral, principalmente pela escolha de uma rede social de grande alcance”.

Renan Filho é pré-candidato ao cargo de Governador do Estado de Alagoas nas eleições de outubro deste ano.

 

Reportar Erro