Enchentes

Lula sobrevoa áreas atingidas pelas fortes chuvas no Maranhão

No estado, 64 cidades estão em situação de emergência e mais de 7 mil famílias estão desabrigadas

acessibilidade:
Presidente Lula e ministros de Estado já estão no Maranhão Foto: Ricardo Stuckert

O presidente Lula está no Maranhão e sobrevoa áreas atingidas pelas fortes chuvas na região. No estado, 64 cidades estão em situação de emergência, sendo que a cidade de Buriticupu decretou estado de calamidade pública.

Segundo a Defesa civil, mais de 35 mil famílias foram afetadas e 7.757 famílias estão desabrigadas e seis pessoas morreram. Comunidades inteiras estão isoladas, nove rios, além de açudes e riachos transbordaram.

O ministro da Integração e do Desenvolvimento Regional, Waldez Goés, informou que o governo federal já reconheceu a situação de emergência de 53 dos 64 municípios que foram atingidos pelas intensas chuvas.

Durante coletiva de imprensa, Goés afirmou que no primeiro momento, as autoridades estão prestando ajuda humanitária, com entrega de água, cestas básicas, colchões e material de higiene. O ministro também explicou que o trabalho está sendo realizado junto com com as equipes das defesas civil estadual e municipais nos planos de trabalho e até assessorando os municípios nos decretos de situação de emergência.

“E já começamos a trabalhar nos planos de restabelecimento. No que for necessário reconstruir, de bem público que seja destruído pelo evento, é orientação do presidente Lula que a gente faça também”. 

Lula chegou no aeroporto de Bacabal por volta das 09h30, acompanhado do ministro da Justiça e ex-governador do Maranhão, Flávio Dino, o ministro da Integração e Desenvolvimento Regional, Waldez Góes; ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha;  ministro da Comunicação Social, Paulo Pimenta e o ministro do Trabalho, Luiz Marinho.

O governador do estado, Carlos Brandão (PSB) recepcionou a comitiva presidencial.

“Já estamos em Bacabal com o presidente Lula e sua comitiva, além de diversas forças políticas, para acompanhar de perto a situação de municípios afetados pelas chuvas. Momento importante para o Maranhão, que redobra suas atenções às famílias que precisam de apoio nesse momento”. 

Reportar Erro