Morte de Isabella

Alexandre Nardoni quer reduzir pena com leitura e trabalho na prisão

A defesa de Nardoni solicitou à Justiça de São Paulo a redução de 96 dias da pena

acessibilidade:
Promotoria de São Paulo recorre de decisão que soltou Alexandre Nardoni . (Foto: TV Foco)

Condenado a 30 anos de prisão pelo assassinato da própria filha, Alexandre Nardoni pediu redução de pena, por ler e trabalhar.

A defesa de Nardoni solicitou à Justiça de São Paulo a redução de 96 dias da pena, Os advogados contabilizaram a redução de  92 dias em troca de 277 dias de trabalho na Penitenciária Dr. José Augusto César Salgado, em Tremembé, no interior de São Paulo.

Além de quatro dias pela leitura do livro “Carta ao Pai”, do autor Franz Kafka. Os advogados também alegam que Alexandre tem “boa conduta carcerária e nenhuma falta disciplinar grave”.

Morte de Isabella

No dia 29 de março de 2008, Isabella Nardoni, na época com cinco anos, foi jogada da janela do sexto andar, tanto Alexandre Nardoni como Anna Carolina Jatobá foram julgados e condenados pela morte da menina. 

Reportar Erro