Mais Lidas

Covid-19

SP começa aplicar dose de reforço em adultos nesta quinta-feira

É preciso de um intervalo de cinco meses após o esquema vacinal completo

acessibilidade:
Foto: Rovena Rosa/ABr

Seguindo orientação dada pelo Ministério da Saúde, o governo de São Paulo começará a aplicar a partir desta quinta-feira, 18, a dose de reforço da vacina contra a Covid-19 em todos os adultos. Antes, a indicação valia apenas para idosos, imunossuprimidos e profissionais de saúde. O governo federal também antecipou o intervalo de aplicação de seis para cinco meses. Ou seja, quem completou seu ciclo vacinação até o mês de junho já pode tomar a dose de reforço a partir de hoje.

Com a mudança, 6 milhões de pessoas em todo o estado já estão aptas a receber a dose adicional do imunizante contra Covid-19 nesta quinta-feira. Até o momento, 3,6 milhões de pessoas já tomaram a dose adicional.

Ainda seguindo o Governo Federal, quem tomou a dose única da vacina da Janssen deverá tomar uma segunda dose após oito semanas e, após cinco meses de completar o ciclo vacinal, já poderá receber a dose de reforço. O Estado de São Paulo, porém, não conta com estoque deste imunizante e aguarda o envio de doses do Ministério da Saúde para definir a adesão às novas diretrizes com relação a esta vacina.

Entre as capitais que já anunciaram a dose de reforço para maiores de 18 anos estão Belo Horizonte, Goiânia, Maceió, Palmas, Salvador e São Luís.

Na capital paulista, diferente da orientação geral do estado, a dose de reforço será aplicada em esquema escalonado:

– A partir desta quinta (18): adultos com 18 anos ou mais que tomaram a segunda dose da vacina até o dia 27 de abril poderão receber a imunização complementar;
– A partir desta sexta (19), serão vacinados com o reforço aqueles que tomaram a D2 até o dia 17 de junho;
– Nesta quinta, também começam a receber o reforço os professores com mais de 40 anos e profissionais de saúde que tomaram a segunda dose há cinco 5 meses.

Segundo a Secretaria municipal da Saúde, a cidade têm disponível doses da Pfizer para iniciar a vacinação desses grupos.

O Governo de SP reforça a importância da população completar o ciclo vacinal para garantir a imunização contra COVID-19. Embora na última semana São Paulo tenha registrado uma redução de 7,5% dos faltosos, ainda há 4,9 milhões de pessoas que ainda precisam tomar a segunda dose da vacina nos 645 municípios do estado: 2,8 milhões de doses da Pfizer; 1,1 milhão de Astrazeneca e 895,1 mil de Coronavac.