Mais Lidas

Mandato de três anos

Sócios poderão escolher os gestores do Clube para os próximos três anos

As eleições serão realizadas no Salão Social e o processo de votação será das 11h às 20h

acessibilidade:

Dia ?5 de outubro, o Iate Clube de Brasília viverá mais um processo eleitoral, no qual serão escolhidos a nova Comodoria e o novo Conselho Deliberativo. Com apoio de ex-comodoros, conselheiros e fundadores, as chapas 11 Harmonia e Unidos Pelo Iate 600 prometem avançar nas conquistas dos últimos quatro anos.

Será a primeira vez que o associado terá oportunidade de escolher dentre as seis chapas, os candidatos que ocuparão os cargos na Comodoria e no Conselho Deliberativo. Esta será, também, a primeira eleição para o mandato que passou de dois para três anos.

As Eleições Gerais serão realizadas no Salão Social, em Assembleia Geral convocada, conforme prerrogativa estatutária, pelo Comodoro Edison Garcia, que irá presidi-la. A Assembleia terá início às 9h (primeira convocação) e o processo de votação será realizado das 11h às 20h.

A 11 Harmonia, que concorre para a Comodoria, tem como candidato ao cargo de Comodoro, Rudi Finger. Compõe ainda a chapa Quinho Grossi (1º vice-comodoro) e Celina Mariano (2ª vice-comodoro). Rudi é figura conhecida no Iate pelos 30 anos de associado e serviços prestados em favor do clube e do sócio. “Fui Diretor-Secretário, Diretor de Esportes Coletivos, Diretor de RH, além de ter participado de inúmeras comissões enquanto membro do Conselho Deliberativo, para o qual fui eleito por seis mandatos”, destaca o candidato.

Rudi Finger conta com o apoio da chapa Unidos Pelo Iate 600. Segundo seu coordenador, Nelson Campos, sócio e benemérito do clube, seus membros trabalharão de maneira independente (como estabelece o Estatuto do Iate), porém harmônica. “A verdadeira independência está na responsabilidade e no caráter dos seus membros”, aponta Nelson, que é sócio benemérito.

A chapa nasceu da necessidade de dar continuidade ao trabalho da atual gestão, apoiando as reformas necessárias, fiscalizando as obras realizadas e as contas do clube.