Após pacote do GDF

Servidores de áreas burocráticas da saúde entram em greve

Um dos pedidos é a retirada da gratificação GMOV do contracheque

acessibilidade:

Mais de dois mil servidores de áreas burocráticas da Secretaria de Saúde decidiram cruzar os braços a partir desta sexta-feira (18). A categoria reivindica, principalmente, a retirada da gratificação GMOV do contracheque. A greve é por tempo indeterminado.

No total, 23 mil servidores fazem parte do SindSaúde. “Essa é apenas uma das 104 categorias que representamos e serve para mostrar para o governador que não se deve maltratar o servidor, que tanto tem suado para, mesmo com tanta ingerência política, carregar o governo nas costas”, disse a presidente do SindSaúde, Marli Rodrigues.

A greve chega após o anúncio do pacote de medidas do GDF, entre elas, a suspensão do reajuste salarial concedido pela gestão anterior. “O governador nos chamou um dia para dizer que buscaria alguma solução e no dia seguinte mudou radicalmente o discurso ao suspender nossas conquistas, que é nosso direito. Um Poder que deveria acatar as leis faz o inverso e desafia inclusive a nossa Justiça”, continuou Marli.

Com a greve, serviços administrativos como folha de pagamento, contratos, editais, autorizações, aposentadoria e pensões, por exemplo, ficarão suspensos.

Reportar Erro