Mais Lidas

Sem conversa

Servidores anunciam paralisação e GDF avisa que vai cortar o ponto

Rollemberg publicou decreto no DODF oficializando sua decisão

acessibilidade:

Mais uma vez os servidores públicos do DF vão cruzar os braços. Eles cobram o pagamento da última parcela do reajuste oferecido no governo passado a 32 categorias. Sem dinheiro em caixa para o pagamento, o governo havia avisado que o valor poderia ser parcelado, o que gerou revolta entre os trabalhadores. O grupo prometeu protesto em frente ao Palácio do Buriti nesta sexta-feira (7).

Mas, dessa vez, o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) decidiu tomar as rédeas da situação e anunciou o corte no ponto do servidor que não trabalhar. A decisão foi publicada em edição extra do Diário Oficial do DF.

Segundo o decreto, em caso de greve declarada ilegal ou abusiva pela Justiça, os secretários de Estado ou dirigentes das entidades autárquicas e fundacionais devem tomar providências para o retorno das atividades. “Especialmente quanto à instauração de procedimento administrativo-disciplinar para apuração de faltas funcionais e aplicação de penalidades, sem prejuízo de natureza civil e penal”. A desobediência pode acabar em demissão.

Reportar Erro