Mais Lidas

vida de luxo

Polícia investiga bens de empresário que foi morto pelo filho adolescente

Homem, morto a tiros pelo filho, já tinha passagem por estelionato e condenação na Justiça do Paraná

acessibilidade:
carros importados estacionados em frente à casa de luxo
Empresário era conhecido por coleção de carros de luxuosos e foi morto em legítima defesa pelo filho. Foto: Polícia Militar

A Polícia Civil de São Paulo investiga os bens e negócios do empresário que foi morto pelo filho adolescente nesta terça-feira (3), em Valinhos. O homem, de 42 aos que foi assassinado a tiros, ostentava uma vida de luxo, mas tinha passagem por estelionato e condenação na Justiça do Paraná pelo uso de cheques sem fundo.

De acordo com a polícia, o empresário usava nomes falsos e dizia atuar no comércio exterior e som automotivo. O levantamento da origem dos bens, que incluem uma coleção de carros de luxo, armas e a mansão onde moravam pode ajudar a traçar o perfil do homem.

Baleado pelo filho

O rapaz de 15 anos usou uma pistola do próprio pai para atingi-lo e à polícia, ele disse ter sido por legítima defesa. O momento do disparo ocorreu quando o empresário agredia a esposa.

O crime ocorreu na casa da família, em um condomínio de alto padrão no bairro Joapiranga. A Polícia Militar foi acionada no início da tarde para atender a ocorrência de violência doméstica, quando chegaram o homem já estava morto.