Mais Lidas

TUMULTO

PETISTAS TENTAM INTIMIDAR JORNALISTAS DO SINDICATO DOS METALÚRGICOS

COM PRINCÍPIO DE TUMULTO, MILITANTES BLOQUEIAM A PORTA DO LOCAL

acessibilidade:
MILITANTES IMPEDEM A SAÍDA DA IMPRENSA DA SEDE DO SINDICATO DOS METALÚRGICOS DO ABC (FOTO: REPRODUÇÃO) PUBLICIDADE

A militância apoiadora do ex-presidente Lula iniciou um tumulto em frente a saída da sede do Sindicado dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, para impedir a saída de jornalistas que se encontram no local. Os militantes se reuniram em frente a porta para bloquear a saída dos jornalistas, nesta sexta (6).

O petista está desde a noite deste quinta (5) na sede do sindicato. Lula estava em seu instituto, também em São Paulo, até o juiz Sérgio Moro, 13ª Vara Federal de Curitiba, determinar que o ex-presidente se apresente ‘voluntariamente’ à Polícia Federal em Curitiba para começar a cumprir a pena de 12 anos e um mês.

Lula tem até às 17h desta sexta para se entregar à PF. Enquanto o tempo não se esgota, a defesa do ex-presidente continua tentando impedir a sua prisão. Os advogados entraram com um novo pedido de habeas corpus no Superior Tribunal de Justiça (STJ), que será analisado pelo ministro Felix Fischer, da Quinta Turma da Corte.

Nesta quinta, jornalistas chegaram a ser ameaçados e agredidos por manifestantes pró-Lula, em frente à sede da CUT em Brasília. Um carro do jornal Correio Braziliense – ocupado por uma repórter, uma fotógrafa e o motorista – teve os vidros quebrados, enquanto militantes gritavam ofensas à imprensa. Equipes do SBT e da Reuters foram ameaçadas e cercadas: “vocês vão sair daqui para o bem de vocês”, escutaram os jornalistas.

Veja o vídeo da confusão, registrado pela Rádio BandNews:

Um princípio de tumulto na porta do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo. Imprensa está retida dentro do local e é impedida de sair por parte da militância apoiadora do ex-presidente #Lulapic.twitter.com/lXFYqgNxV5

— Rádio BandNews FM (@radiobandnewsfm) 6 de abril de 2018

Reportar Erro