Mais Lidas

Apoio aos caminhoneiros

Motoristas de vans escolares aderem à paralisação em São Paulo

Maior concentração está nas Marginais do Tietê e do Pinheiros

acessibilidade:
SP tem protesto de vans escolares no quinto dia de greve (Foto: Reprodução/Twitter/Rádio Trânsito)

Motoristas de vans escolares de São Paulo aderiram à paralisação nesta sexta-feira, 25, em apoio às manifestações dos caminhoneiros.

Na Marginal do Pinheiros, altura da Ponte do Morumbi, sentido Rodovia Castelo Branco, os motoristas de vans escolares ocupam todas as pistas e o tráfego está bloqueado no local.

Outros dois grupos estão na Marginal do Tietê, um no sentido da Rodovia Castelo Branco, altura da Ponte Tatuapé e o outro, no sentido da Rodovia Ayrton Senna, altura da Ponte Freguesia do Ó.

Segundo a CET, um outro grupo está parado na Ponte do Socorro, zona sul de São Paulo.

Caminhoneiros também ainda bloqueiam algumas das rodovias do estado, como na Imigrantes e na Régis Bittencourt. Na Rodovia Raposo Tavares, pneus de caminhões foram furados.

A capital paulista ainda enfrenta os reflexos da falta de abastecimento dos estoques de alimentos. Produtos, sobretudo os perecíveis, tiveram uma disparada nos preços. A maioria dos postos de gasolina não possui combustível disponível para venda.

Segundo a SPTrans, a cidade conta com 58% da frota programada de ônibus em operação.

O tráfego na cidade também está menor do que o comum.