Mais Lidas

'Vontade de mandar a conta'

Força-tarefa para recapturar André do Rap custará R$ 2 milhões a cada 120 dias a SP

'Me dá vontade de mandar a conta para o ministro', diz Doria

acessibilidade:

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse nesta sexta-feira, 16, que a força-tarefa para tentar recapturar o traficante André do Rap custará R$ 2 milhões a cada 120 dias de mobilização para o estado.

“A despesa está prevista para um período de 120 dias, isso não significa que estamos acreditando, confiando ou afirmando que André do Rap será capturado em 120. Mas a cada 120 dias nós teremos essa despesa, que é mobilização de equipe, as despesas operacionais, custos com equipamentos e diárias dos policiais aqui do estado.”

Segundo o governador, essa é uma conta que deveria ser enviada ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello. Foi o magistrado que mandou soltar o traficante, no início do mês. André do Rap é considerado um dos principais narcotraficantes do país e importante chefe do PCC. No sábado (10), ele deixou a penitenciária de Presidente Venceslau, no interior de São Paulo. À noite, o presidente do STF, Luiz Fux, suspendeu a decisão de Mello. Desde então, Macedo está foragido.

“Essa despesa, infelizmente necessária, poderia ser desnecessária se um ministro do Supremo Tribunal Federal não tivesse cometido o erro de dar habeas corpus a um bandido condenado a 25 anos e 8 meses de prisão”, afirmou Doria. “Dá vontade de mandar a conta para que o ministro possa reembolsar os custos que o erário de São Paulo terá para recuperar um preso que estava em um presídio de segurança máxima.”

André do Rap teve a prisão temporária decretada em abril de 2014, junto com outros 10 suspeitos, após a deflagração das Operações Hulk e Overseas pela Polícia Federal. Ele foi preso em 15 de setembro de 2019, após passar cinco anos foragido. À época, ele foi encontrado pela polícia em uma mansão em Angra dos Reis, na Costa Verde fluminense.

Vídeos Relacionados