SP

Fala de Genoíno sobre judeus é inaceitável, diz Ricardo Nunes

O prefeito de SP se refere a uma declaração do ex-deputado federal e ex-presidente do PT José Genoíno, que disse achar “interessante” um boicote a empresas de judeus

acessibilidade:
Prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB) disse que a proposta de boicote a empresas de judeus é “inaceitável”. (Foto: reprodução/Rádio Bandeirantes/TV BandNews)

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), disse nesta segunda-feira (22) nas redes sociais que a proposta de boicote a empresas de judeus é “inaceitável”. 


Nunes se refere a uma declaração do ex-deputado federal e ex-presidente do PT José Genoíno, que disse achar “interessante” um boicote “por motivos políticos que ferem interesses econômicos” a “determinadas” empresas de judeus. A declaração foi dada no último sábado (20), em entrevista ao Diário do Centro do Mundo. 

“Defendemos a coexistência pacífica de todas as comunidades”, disse Nunes. O prefeito de São Paulo afirmou ainda que repudia “veementemente” qualquer forma de descriminação. “Aqui, promovemos a união”, afirmou. 

Entidades israelitas como a Conib (Confederação Israelita do Brasil) e a Fisesp (Federação Israelita do Estado de São Paulo) também criticaram a fala de Genoíno. Para a Conib, a declaração é “antissemita”. Já a Fisesp afirmou que as falas “flertam com o nazismo e o racismo”.

 

Reportar Erro