Empréstimos

Roriz é denunciado por improbidade no BRB

Ministério público entrou com ação por improbidade administrativa

acessibilidade:

O ex-governador do Distrito Federal Joaquim Roriz e familiares dele são denunciados por improbidades administrativa no Banco de Brasília. O juiz da 3ª Vara da Fazenda Pública do Distrito Federal uma recebeu denúncia do MPDFT contra o ex-governador do DF Joaquim Roriz; suas filhas e neto, Jaqueline Roriz, Liliane Maria Roriz, Weslliane Maria Roriz Neuls e Rodrigo Domingos Roriz Abreu; o ex-presidente do BRB, Tarcísio Franklin de Moura; dois diretores do banco, Geraldo Rui e Antônio Cardoso de Oliveira; e dois empresários, Roberto Cortopassi Júnior e Renato Salles Cortopassi. Além deles, três pessoas jurídicas: WRJ Engenharia de Solos e Materiais Ltda; JJL Administração e Participação Ltda e Coss Construção Ltda.

De acordo com o Ministério, em 2004, os sócios da WRJ, Roberto e Renato, teriam buscado a intervenção do então governador Joaquim Roriz, para conseguir a concessão e repactuação de dois empréstimos irregulares junto ao BRB. O montante da operação teria sido usado na construção do edifício Monet, em Águas Claras. Como recompensa, Roriz teria recebido doze apartamentos no referido condomínio, todos negociados de forma fictícia através da empresa Coss Construção Ltda. Segundo consta da denúncia, tais imóveis seriam de gozo dos familiares de Roriz constantes da ação.