Mais Lidas

Segurança Pública

Rollemberg inaugura Instituto de Identificação da Polícia Civil

Metodologia científica será utilizada para identificar participantes de crimes

acessibilidade:

Na manhã desta terça-feira (14) foi inaugurada a sede do Instituto de Identificação da Polícia Civil. A reforma do prédio de dois pavimentos custou R$ 4,5 milhões. 

O governador Rodrigo Rollemberg (PSB) em meio a elogios à categoria falou sobre a importância do instituto, “Os novos recursos tecnológicos vão aumentar o índice de elucidação dos crimes no Distrito Federal. E vão ajudar o trabalho da Polícia Civil ser mais eficaz, ainda mais eficiente e cumprir a sua missão constitucional de servir a sociedade brasiliense”.

Rollemberg relembrou as últimas convocações e se comprometeu a fazer a convocação dos concursados "Nas próximas semanas nós definiremos o cronograma de chamamento desses novos delegados, papiloscopistas e médicos legistas".

 

O diretor-geral da Polícia Civil, Eric Seba afirmou que o instituto é uma marca para a corporação, “Representa a valorização da categoria”.

A secretária de Segurança Márcia de Alencar afirmou que “Nós termos um Instituto de Identificação com o nível de especialização, com a tecnologia que está implantada, vai fazer com que, hoje a Polícia Civil já é a unidade da federação que mais elucida crime, chega a sessenta por cento, imagina agora. Cada vez mais nos teremos uma cidade segura. Porque nos teremos de uma forma mais altiva, a capacidade de poder elucidar, reconhecer e identificar os autores e com isso, combater e romper com o ciclo da criminalidade”.

O governador visitou as instalações do instituto. O prédio de dois pavimentos tem uma área de 3.438 m². E possui um laboratório de alta tecnologia, com 593 m². Entre as suas atribuições, destacam-se as identificações civis e criminais, as perícias papiloscópicas e necropapiloscópicas em locais de crime e laboratório, assim como perícias de representação facial humana e prosopográfica. 

 

Reportar Erro