Mais Lidas

Autonomia do hospital

Rodrigo Rollemberg quer transformar o Hospital de Base em instituto

A proposta é inspirada no modelo de administração da Rede Sarah

acessibilidade:

Com objetivo de transforma o Hospital de Base em um instituto, o governador Rodrigo Rollemberg foi nesta terça-feira (14), juntamente com o secretário de Saúde, Humberto Fonseca a Câmara Legislativa do Distrito Federal.

O encontro entre o chefe do Executivo e o presidente da CLDF, deputado Joe Valle (PDT), foi para a entrega do projeto de lei que autoriza a criação do serviço social autônomo Instituto Hospital de Base do Distrito Federal.

A proposta é inspirada no modelo de administração da Rede Sarah. Rollemberg defende que autonomia do hospital, “vai trazer agilidade ao atendimento à população”.

Sendo assim, o instituto terá quadro de funcionários próprio, com 100% de recursos públicos e de atendimento pelo SUS. Os novos empregados da unidade serão regidos pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT). E os servidores da secretaria de Saúde que já trabalham na unidade poderão continuar, caso queiram.

O contrato de gestão com o instituto será por 20 anos, renovável e prorrogável. A secretária de Saúde vai definir os termos,  com discriminação das atribuições, responsabilidades e obrigações. A execução será fiscalizada pelo Tribunal de Contas do DF.

A estrutura do instituto vai contar com um conselho de administração, presidido pelo secretário de Saúde, e composto por outros oito conselheiros, quatro deles indicados pelo governador.

Hospital de Base

Com atuação voltada para o tratamento ambulatorial, hospitalar e de emergência, distribuída em especialidades clínicas, cirúrgicas, diagnósticas, assistência multidisciplinar e enfermagem.

São 548 leitos de internação, 82 de unidade de tratamento intensivo e 121 de pronto-socorro, além de 115 consultórios de ambulatórios. Um total de 3.512 servidores trabalha no hospital.