Mais Lidas

Letalidade minimizada

Prefeitura do Rio muda cálculo e reduz 1.177 registros de mortes por covid-19

Nova metodologia reconhece apenas 1.801, das 2.978 mortes apelo novo coronavírus

acessibilidade:

Com a justificativa de fornecer dados mais fidedignos, a Prefeitura do Rio de Janeiro modificou a forma de calcular as mortes causadas por covid-19, anulando 1.177 registros de vítimas fatais do novo coronavírus atestados pela Secretaria Estadual de Saúde, na capital fluminense. Segundo o município administrado pelo prefeito Marcelo Crivella (PRB), passam a ser reconhecidos apenas 1.801 óbitos por covid-19, enquanto o governo de Wilson Witzel (PSC) mantém o registro de 2.978 vítimas.

O que poderia ser uma boa notícia não passa de uma mudança de metodologia no cálculo das mortes. Agora, em vez de registrar os casos depois do resultado dos exames, a Secretaria Municipal de Saúde usará a certidão de óbito no momento do sepultamento para confirmar a causa da morte.

Por isso, só serão registradas mortes por covid-19 caso a certidão de óbito aponte a doença como causa do óbito. A nova metodologia não registra, no entanto, confirmações feitas depois de sepultamentos nos casos em que as certidões de óbito não foram corrigidas para conter a nova informação. (Com informações da Agência Brasil)

Reportar Erro