Mais Lidas

Operação Bravata

Homem é preso em operação da PF contra crimes praticados na internet

Entre os delitos praticados estão racismo, ameaça, incitação e terrorismo

acessibilidade:
Alvo da operação da PF foi condenado em 2013 por crimes semelhantes (foto:EBC)

A Polícia Federal deflagrou, nesta quinta (10), a Operação Bravata, que investiga crimes praticados na internet. Os agentes cumpriram um mandado de prisão preventiva contra Marcelo Mello, que já havia sido preso em 2012 em outra operação da PF.

Segundo as investigações, sites e fóruns gerenciados por Marcelo Mello estimulavam a prática de estupro, assassinato de mulheres e negros, entre outros crimes. A PF aponta ainda para a evidência de terrorismo, já que os suspeitos também são acusados de enviar bombas a várias universidades do país.

Ainda serão cumpridos oito mandados de busca e apreensão em Curitiba, Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Recife (PE), Santa Maria (RS) e Vila Velha (ES).

As investigações começaram em 2012, no âmbito da Operação Intolerância. Marcelo Mello e outro homem foram presos à época por serem suspeitos de alimentar um site com conteúdo que incitava violência contra negros, homossexuais, mulheres, nordestinos e judeus e que incentivava abuso sexual de menores. Um ano depois da operação ser deflagrada, Marcelo Mello foi condenado pela Justiça Federal do Paraná.

Os investigados na operação desta quinta podem responder pelos crimes de associação criminosa, ameaça, racismo e incitação ao crime. A soma das penas pode chegar a 39 anos de prisão.

Vídeos Relacionados