Mais Lidas

Sinpro-DF é contra

Rede pública do DF retoma aulas presenciais a partir de 3 novembro

Informação foi divulgada pela secretária de Educação Hélvia Paranaguá

acessibilidade:
O diretor do Sindicato dos Professores do Distrito Federal (Sinpro-DF), Samuel Fernandes, é contrário à medida Foto: Renato Araújo / Agência Brasília

A partir do dia 3 de novembro os alunos da rede pública de ensino do Distrito Federal retornam às salas de aulas, desta forma o sistema híbrido, dará lugar para as aulas totalmente presenciais.

A informação foi divulgada pela secretária de Educação, Hélvia Paranaguá  no perfil do Twitter da Secretaria de Educação.

A decisão do governador Ibaneis Rocha não agradou ao diretor do Sindicato dos Professores do Distrito Federal (Sinpro-DF), Samuel Fernandes, que ressalta a falta de estrutura das escolas públics para evitar a proliferação do novo coronavírus entre estudantes.”Todos os dias há casos de alunos e professores contaminados nas escolas, e mesmo acontecendo esses casos, o governo não faz a testagem nas escolas. Em muitas escolas não há desinfecção adequada, mesmo diante de casos positivados. Um retorno de 100% nesse momento só vai agravar a situação”, argumenta. Ainda segundo Fernandes, “alunos da educação infantil e do ensino fundamental I não estão vacinados e assim professores, alunos e toda comunidade escolar correm risco de serem contaminados pelo coronavírus”.