Mais Lidas

crime bárbaro

Recebe alta menina que interrompeu gravidez após sofrer estupro

O tio, suspeito do crime, já está detido no Espírito Santo e passará por testes genéticos

acessibilidade:
Menina de 10 anos deixa hospital, após procedimento de interrupção de gravidez. Foto: Aluisio Moreira/SEI

A criança de 10 anos, estuprada pelo tio no Espírito Santo, recebeu alta do Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros (Cisam), em Recife. A menina se submeteu a um procedimento de interrupção da gravidez na última segunda-feira (17).

O hospital se pronunciou ontem (18), informando o estado de saúde da menina. A cirurgia foi bem-sucedida e ela passa bem. A alta dependia apenas de medidas de proteção do Estado para retirar a criança do local.

Para preservar a segurança da paciente, não serão divulgados o momento da alta e nem o destino da garota. Ela precisou ser encaminhada ao estado do Pernambuco para realizar a cirurgia, pois em seu estado natal, os hospitais alegaram não ter capacidade técnica para efetuar o aborto.

Prisão

O tio, suspeito do crime, foi encontrado e preso na madrugada desta terça-feira (18), em Betim, Minas Gerais. Segundo o relato da menina, os abusos começaram há 4 anos, quando ela ainda tinha apenas 6 anos de idade. O homem de 33 anos foi levado para o Complexo Penitenciário de Xuri, em Vila Velha, Grande Vitória.

Ele foi indiciado pelos crimes de estupro de vulnerável e ameaça, mas já cumpriu pena em 2010 por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas. Em 2014, foi beneficiado por uma saidinha, ficando um ano foragido, quando recapturado, passou mais 3 anos em detenção e recebeu alvará de soltura em 2018.