4 mil funcionários

Ramos faz lobby para melhorar carreira do servidor do SLU

acessibilidade:

O diretor geral do Serviço de Limpeza Urbana (SLU), Gastão Ramos, procurou o presidente da Câmara Legislativa, Wasny de Roure, para tratar sobre projetos de interesse dos servidores do SLU. A carreira de gestão sustentável de resíduos sólidos, que abrange 4 mil funcionários (na ativa, aposentados e pensionistas) do SLU, será incorporada à carreira de Políticas Públicas e Gestão Governamental (PPGG),  está aguardando encaminhamento ao plenário da Câmara para ser votada. Além disso, o Projeto de Lei que reestrutura a autarquia, ou seja, altera o status do órgão, que antes era de operação, para um patamar superior e inovador, de gestão e formulação de políticas de resíduos sólidos, também foi destaque na conversa.

Para Ramos, reforçar que esses dois projetos entrem na pauta de votação do plenário, ainda esse ano, foi o caráter da visita. ?Apresentamos os projetos para o presidente Wasny e destacamos a importância de que em janeiro de 2014 a autarquia esteja reestruturada e os servidores incluídos no PPGG?. Para Wasny, as negociações com os sindicatos, SLU e a Secretaria de Administração Pública, foram costuradas de uma forma muito correta e o encaminhamento serve de estímulo aos servidores. ?A sanção dessa lei é um grande passo para a categoria, e vamos trabalhar para tentar incluir esses projetos na pauta da semana que vem?.

Com a aprovação do projeto de lei, as carreiras que integram o PPGG estarão incluídas no Ciclo de Gestão do DF e passam a ter responsabilidade na implantação e avaliação das políticas públicas, além da gestão em nível estratégico no âmbito de suas competências. Com essa proposta, os servidores que integram esta carreira poderão ir para qualquer um dos órgãos do GDF, inclusive de regime especial, com base nas regras da mobilidade. Com Ramos estavam o diretor financeiro, Ronoilton Gonçalves, e a assessora especial, Lilian Lara.