Carteirada

PT empareda ministério para ganhar canal de TV

Partido não aceita negativa e argumenta "fortalecimento da democracia"

acessibilidade:
A presidente nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PT-PR) é signatária de pedido feito ao governo pela criação de uma TV exclusivamente do PT.

O Partido dos Trabalhadores (PT) não se deu por satisfeito após negativa do Ministério das Comunicações diante do pedido  inusitado de uma concessão de rádio e TV própria para a sigla, alimentada exclusivamente com conteúdos que interessam aos valores partidários que lhe são peculiares, e recorre do posicionamento da pasta que observa a inexistência de outras agremiações partidárias detendo concessões. O recurso do PT argumenta que a criação de uma TV própria vai fomentar a ‘participação política’ da população.

O diretor do Departamento de Rádio Difusão Privada do Ministérios das Comunicações, Antônio Malva Neto, foi quem recusou o pedido, seguindo nota técnica que aponta para ‘contornos singulares’ à solicitação do partido petista e avalia que a concessão ao partido não se encaixaria em nenhuma das modalidades existentes: ‘educativa, comunitária e comercial’.

O deputado federal Jilmar Tatto (SP), que é secretário nacional de comunicação do partido insiste que o espaço para a criação de uma TV para o partido vai implicar no fortalecimento da democracia.

O partido de Lula, em documento subscrito pela presidente nacional, deputada Gleisi Hoffmann (PT-PR), ainda alega que outros partidos poderão seguir a tendência de ter em a sua própria programação exclusiva em TV aberta.

 

Reportar Erro