Operação Lipo

Procon fiscaliza clínicas de estética do DF

Procon-DF fortalece fiscalização em clínicas de estética

acessibilidade:

O Procon-DF notificou nesta quinta-feira (21) uma clínica em Taguatinga que realizava lipoaspiração em desacordo com o Código de Defesa do Consumidor. “Entre 2008 e 2014 o Procon-DF recebeu mais de 400 denúncias de consumidores que buscaram os serviços nas clínicas de estética e afins”, informou o diretor do Procon-DF, Wagner Santos.

Na clínica que foi notificada, foram encontrados medicamentos como iodopolividona, neocaína, digevita bromoprida, sulfato de morfina – utilizados em procedimentos cirúrgicos – todos com validade vencida. Foram encontradas também unidades de manteiga vencida, utilizadas para servir pacientes durante as refeições.

O Procon-DF notificou a clínica por não manter o número do telefone 151 e endereço do órgão nas notas fiscais e na placa do estabelecimento, o que é obrigatório. “Falta de informação sobre a apresentação de documento de identidade com foto nas operações de crédito ou débito e ausência do exemplar do Código de Defesa do Consumidor”, conta o Procon.

A clínica tem o prazo de 10 dias para apresentar a defesa e, posteriormente, o Procon-DF vai verificar se o estabelecimento cumpriu as normas do Código de Defesa do Consumidor. Caso não tenham sido cumpridas, a clínica será interditada. A operação continuará nos próximos dias em clínicas de estética do Distrito Federal.

A bancária Railma Rodrigues Soares Siqueira, de 32 anos, teve morte cerebral constatada alguns dias após passar por cirurgia plástica na clínica que foi notificada pelo Procon-DF.

Reportar Erro