Mais Lidas

Cara Justiça

Presidente do TJSP diz que aumento de 55% nos gastos está em fase de ‘negociação’

Geraldo Pinheiro Franco garantiu também que não haverá pagamento extra de R$100 mil para os desembargadores

acessibilidade:
Desembargador Geraldo Pinheiro Franco, presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP).

O desembargador Geraldo Pinheiro Franco, presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, afirmou nesta quinta-feira (13), em entrevista à Rádio Bandeirantes, que o aumento em 55% do orçamento do tribunal está em fase de negociação, inclusive com o governo paulista.

Pela proposta do TJSP, as despesas passariam de R$12,3 bilhões, de 2020, para mais de R$19 bilhões, durante o ano de 2021. Mas Geraldo Pinheiro Franco explicou que a ideia é chegar a um meio termo.

Um dos argumentos do desembargador para o pedido de reajuste é não criar déficit e depois pedir suplementação, como vem ocorrendo.

Pinheiro Franco garantiu ser uma “ficção” o pagamento extra de até R$100 mil por ano pelo julgamento de processos atrasados.

De acordo com o desembargador, quem trabalhar além da carga normal, terá direito apenas a dias de folga. Na entrevista à Rádio Bandeirantes, ele afirmou ainda que o TJ-SP vem trabalhando para reduzir despesas.

Geraldo Pinheiro Franco conversou com Claudio Humberto, Pedro Campos e Thays Freitas, no Jornal Gente.