Mais Lidas

Postura de oposição

Presidente do PR critica ações do governo do DF

Salvador Bispo ressaltou o descontentamento do partido

acessibilidade:

O presidente do Partido Republicano no DF, José Salvador Bispo de Oliveira, por meio de nota, falou sobre o descontentamento da legenda em relação a algumas ações do GDF nesse primeiro mês de governo. E manifesta sua postura de oposição ao atual governo.

O partido declara ser contrário a todo e qualquer aumento de impostos, ?Que já são muito altos no DF, e contra a redução das isenções e benefícios fiscais, que foram responsáveis pela atração de empresas, investimentos e geração de milhares de empregos. Não concordamos em transferir para a população os resultados da má gestão do Estado e da incapacidade do governo de apresentar propostas reais, para uma redução sistêmica nas despesas?.

Ressalta que lamentam o que chama, de superficialidade das medidas de diminuição de gastos, citando como exemplo, de enxugamento da máquina, o Estado de Goiás que tem 10 secretarias, em contra partida das 24 existentes no Distrito Federal, ?Num orçamento anual de 38 bilhões, o GDF propõe um grande sacrifício para a população para arrecadar apenas 400 milhões em 2015 e 800 milhões em 2016. Esses números por si só, mostram que o GDF deveria fazer os necessários ajustes no outro lado da equação, o das despesas?.

O PR queixa-se também do não cumprimento imediato de promessas estruturais de campanha, ?Como a eleição direta para administrador, que já dizíamos ser inviável, a não implantação da tarifa única de transporte, a não redução da absurda ineficiência do estado e a não redução em 60% dos cargos comissionados?.

Também assumiu seu descontentamento em relação ao rompimento unilateral dos contratos legalmente celebrados, ?O que atenta contra o estado de direito e certamente trará consequências negativas do Distrito Federal?.

Encerrando a nota com a declaração sobre a forma de pagamento aos servidores do DF, ?É inaceitável o parcelamento de salários dos servidores públicos?.

O Partido Republicano, nas últimas eleições, tinha como candidato ao Governo do Distrito Federal, José Roberto Arruda, que teve seu registro de candidatura indeferido pelo TER-DF, depois de sua condenação em segunda instância pelo Tribunal de Justiça do DF, por improbidade administrativa. Jofran Frejat o substituiu e seguindo os passos de ?seu padrinho político? Arruda colocou sua esposa, Flávia Peres, como vice na chapa.

 

Reportar Erro