Mais Lidas

Maceió

Prefeito elogia parceria que privatizou praia de Guaxuma

Palmeira está encantado com a praça oferecida em contrapartida

acessibilidade:

Demonstrando sintonia com a “privatização” de cerca de 2km da praia de Guaxuma, com a ocupação de área pública para uso exclusivo de compradores de um condomínio privado, o prefeito em exercício de Maceió, Marcelo Palmeira, elogiou a a parceria com a iniciativa privada que resultou na reforma de uma pracinha, na região. A reforma da pracinha seria uma espécie de contrapartida da construtora V2, proprietária do empreendimento cujos compradores terão praia particular em Guaxuma.

A praça elogiada pelo prefeito em exercício ganhou postes, uma quadra, grama e terá bancos.

Entre o empreendimento e a praia de Guaxuma haverá apenas um certo “Parque Salsa”, que provocará inclusive uma rodovia litorânea projetada para beneficiar a região. Para projetar o “Parque Salsa”, a construtora contratou ninguém menos que as autoridades da prefeitura de Maceió responsáveis pela aprovação do projeto. O polêmico projeto tem provocado revolta entre ambientalistas, arquitetos e urbanistas.

Para fazer o projeto foi contratada a empresa Studio AT, cujos sócios são Tacio Rodrigues e Adriana Cavalcante. Ele é o gerente de Geoprocessamento da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento (Sepland), órgão mais importante na aprovação de projetos dessa natureza.e Adriana é a superintendente adjunta da Superintendência Municipal de Controle do Convívio Urbano de Maceió, outro órgão público que exerce papel regulador e fiscalizador na área.

A prefeitura de Maceió não adotou qualquer providência para investigar o conflito de interesses caractrizado pela contratação, para elaborar o projeto do Parque Salsa, de funcionários municipais que chefiam os setores responsáveis pela aprovação do mesmo projeto.

 

LEIA MAIS SOBRE ALAGOAS CLICANDO AQUI.