Olho da rua

Prates cita ‘regozijo’ de Silveira e Rui Costa com sua saída

Demissão do ex-senador petista foi anunciada nesta terça (14)

acessibilidade:
Jean Paul Prates foi demitido por Lula (Foto: Rafael Pereira / Agência Petrobras).

Demitido na noite desta terça-feira (14), o ainda presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, avisou aos diretores da petroleira de sua demissão por meio de uma mensagem, que acabou vazada.  No texto, Prates diz que Lula pediu seu cargo e que, com isso, sua missão foi “precocemente abreviada na presença regozijada de Alexandre Silveira e Rui Costa”.

Indicado no ano passado para a função, Prates vinha manifestando publicamente divergências com o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira – a mais recente em relação à distribuição de dividendos extraordinários da empresa, pelo qual enfrentou semanas de “fritura”.

Na mensagem, o petista diz ainda que não vê espaço para reconsideração e que Magda deve ser a substituta, em referência a Magda Chambriard, ex-presidente da ANP (Agência Nacional do Petróleo).

Leia a íntegra

 “Queridos amigos

O presidente pediu meu cargo de volta agora há pouco. Deve nomear Magda. Amanhã conversaremos melhor. Danilo ficou tratando dos trâmites imediatos. Minha missão foi precocemente abreviada na presença regozijada de Alexandre Silveira e Rui Costa. Não creio que haja chance de reconsideração. Vão anunciar daqui a pouco. Só me resta agradecer a vcs e torcer que consigam ficar ou se reposicionar. Contem comigo no que eu puder fazer. 

JPP.

 

Reportar Erro