Mais Lidas

Elefante branco no Sertão

Polo de confecções de Delmiro Gouveia está fechado desde inauguração

A população de Delmiro Gouveia que busca profissionalização está sendo prejudicada

acessibilidade:

Segundo denuncia do presidente do Sindicato da Indústria do Vestuário de Alagoas, Francisco Acioly, o imóvel que deveria ser a sede do polo de confecções de Delmiro Gouveia está fechado há seis meses, desde que foi inaugurado e as costureiras estão trabalhando em um galpão improvisado.

O polo faz parte do projeto de cadeia produtiva, que é financiado pelo Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep). Fazem parte dessa parceria o Senai, Sebrae, Federação da Indústria do Estado de Alagoas (FIEA) e as prefeituras.

Para o líder sindicalista, Francisco Acioly, o polo de confecções de Delmiro Gouveia não está funcionando porque o governador Teotonio Vilela Filho (PSDB) não comparece as reuniões do Fecoep para tomar as providências necessárias para autorizar o repasse de recursos para instalação da subestação de energia elétrica necessária para o funcionamento do polo.

Acioly alerta que tal descaso está prejudicando toda a população do Sertão, aqueles que desejam se profissionalizar, assim como os vários jovens que desejam participar dos cursos profissionalizantes de mão de obra, que são disponibilizados pelo Serviço Nacional da Indústria (Senai) em Delmiro Gouveia e região.