Mais Lidas

Crime político

Polícia prende suspeito pela morte de jornalista no Entorno do DF

Homem é chefe da segurança da Prefeitura da cidade

acessibilidade:

Três dias após o crime, a Polícia Civil de Santo Antônio do Descoberto (GO) prendeu preventivamente o suspeito pela morte do jornalista João Miranda na noite desta quarta-feira (27). O preso, Douglas Ferreira de Morais, é chefe de segurança da Prefeitura da cidade.

De acordo com o delegado Pablo Batista, que comanda as investigações, o homem agora vai ser ouvido formalmente. O suspeito é apontado por uma testemunha ocular do crime como a pessoa que dirigia o carro usado no assassinato. Ele estava com outro suspeito, que efetuou os disparos e ainda está foragido, segundo a Polícia Civil.

A principal linha de investigação é de que o crime possa ter sido por encomenda e ligado à profissão da vítima ou à política. João trabalhava há 15 anos na cidade e há quatro tinha um site de notícias locais chamado "SAD Sem Censura". No portal, ele postava várias notícias policiais e outras relacionadas a problemas da cidade, como falta de asfalto e coleta de lixo. Era ferrenho crítico do atual prefeito da cidade, Itamar Lemes do Prado.

Em 2014, o carro dele foi incendiado. Um amigo do jornalista disse que ele estava recebendo ameaças há seis meses. 

O crime

Santo Antônio do Descoberto amanheceu de luto na segunda-feira (25) com a morte do jornalista João Miranda. Miranda era assessor do vice-prefeito da cidade, Valter da Guarda Mirim, e participava do programa "Cacetada", onde fazia duras críticas ao atual prefeito, Itamar Lemes do Prado.

O assassinato do jornalista foi por volta das 21h de domingo (24). Tiros foram ouvidos dentro de sua casa, no bairro Morada Nobre, e a Polícia Militar e o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) foram acionados, mas João já estava morto.

A suspeita de crime político não é descartada pela Polícia Civil. O jornalista era pré-candidato a vereador da cidade e na semana passada divulgou um vídeo em que o prefeito Itamar supostamente entrega dinheiro de propina a uma mulher, no estacionamento do fórum.