Fim da cassação

PL não irá recorrer contra Moro no STF, diz Valdemar Costa

Para o presidente do PL, o caso “está liquidado”; TSE foi unânime ao votar contra a cassação do senador

acessibilidade:
Ex-deputado Valdemar Costa Neto, presidente nacional do PL.

O presidente do PL, Valdemar da Costa Neto, afirmou que o partido não vai recorrer da decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que rejeitou por unanimidade o pedido de cassação do mandato do senador Sérgio Moro (União-PR). 

Fizemos a nossa parte, se a Justiça entendeu assim, está liquidado”, afirmou Valdemar em entrevista à CNN.

O motivo do julgamento do senador foi a acusação de abuso de poder econômico na disputa eleitoral de 2022. Os recursos foram apresentados pelo Partido Liberal (PL) e o Partido dos Trabalhadores (PT), os mesmos declararam que não irão recorrer da decisão da Justiça Eleitoral.

Moro disse que o julgamento que rejeitou sua cassação no Tribunal Superior Eleitoral, por unanimidade, foi muito técnico e independente. “Em julgamento unânime, técnico e  independente, o TSE rejeitou as ações que buscavam, com mentiras e falsidades, a cessação do meu mandato”, afirmou Moro pelas redes sociais.

Reportar Erro