Invasão virtual

Polícia Federal realiza operação sobre ataque hacker a órgãos públicos

Operação Dark Cloud foi deflagrada na manhã desta terça-feira (16) para investigar a invasão virtual a diversos sites do governo em 2021

acessibilidade:
Foto: PF/Divulgação

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta terça-feira (16) a Operação Dark Cloud, que realiza busca e apreensões relacionadas à invasão de sites do governo, no ano passado. O foco principal da investigação são os sistemas do Ministério da Saúde.

A corporação cumpriu mandados em Minas Gerais, Paraíba, Paraná e Santa Catarina. As diligências foram autorizadas pela Justiça Federal de Brasília, a pedido da PF.

“Durante a investigação, descobriu-se que tais ataques foram realizados por uma organização criminosa transnacional dedicada à prática de crimes dessa natureza”, disse a Polícia.

O grupo criminoso visa entidades públicas e privadas no Brasil, Estados Unidos, Portugal e Colômbia.

Em dezembro de 2021, o ataque cibernético à base de dados da Saúde derrubou o portal e o aplicativo do ConecteSus, que contém diversas informações sobre os cidadãos.

No app é possível emitir, por exemplo, certificados de vacinação da covid. A pasta levou mais de um mês para conseguir normalizar todo o sistema.

Além da Saúde, o grupo atacou os sites da Controladoria-Geral da União (CGU) e do Ministério da Economia. Também foram alvos as agências nacionais de Águas (ANA); de Transporte Terrestre (ANTT); e de Energia Elétrica (Aneel), entre outros.

Os investigados estão sujeitos a responder por organização criminosa, invasão de dispositivo informático, interrupção ou perturbação de serviço telegráfico etc., corrupção de menores e lavagem de capitais.

(Com informações da Agência Brasil)

Reportar Erro