Caos no DF

O DF está quase parado por falta de pagamento

A Secretaria de Administração Pública do Distrito Federal, informou que os pagamentos que deveriam ter sido feitos na semana passada, serão realizados amanhã

acessibilidade:

PLANO PILOYTO

Esta semana começou complicada no Distrito Federal. Além da greve dos rodoviários de três empresas de ônibus e de duas cooperativas, que prejudica mais de 700 mil habitantes, as refeições nos hospitais públicos estão suspensas desde sexta-feira (5) e os professores públicos ameaçam entrar em greve amanhã, terça-feira (9).

Em meio ao caos, a Secretaria de Administração Pública do Distrito Federal informou que os pagamentos que deveriam ter sido feitos na semana passada, serão realizados amanhã. A justificativa do GDF é que as operações para transferência dos recursos só foram finalizadas no início da noite de sexta-feira (5).

Apesar do DFTrans ter afirmado que fez a transferência de R$ 35 milhões para as empresas de transporte público no sábado, o dinheiro só apareceu na conta de duas empresas, Pioneira e Urbi, que voltaram a rodar. O restante permanece, esperando os repasses prometidos.

Reportar Erro