Mais Lidas

Grande explosão

Não há registro de brasileiros gravemente feridos na explosão em Beirute

Marinha também informou que os militares brasileiros estão bem

acessibilidade:
Região portuária de Beirute ficou destruída depois da explosão

Até o momento não há notícias de brasileiros gravemente feridos na grande explosão que ocorreu nesta terça-feira (04),na região portuária de Beirute, conforme informou o Ministério das Relações Exteriores. “Não há, até o momento, notícia de cidadãos brasileiros mortos ou gravemente feridos’.

Somente a a esposa do adido brasileiro que estava próximo ao local da explosão foi atingida por estilhaços, mas  já foi encaminhada para o hospital e a informação que chegou ao Ministério da Defesa é de que o estado de saúde não é grave.

O Itamaraty informou que acompanha com atenção os acontecimentos na cidade e está pronto para prestar a assistência consular cabível.

A Marinha do Brasil informou que os militares que compõem a Força Tarefa Marítima da corporação, em Beirute, estão bem e não foram atingidos pela grande explosão. “A Fragata Independência encontra-se operando no mar, normalmente. O navio estava distante do local onde ocorreu a explosão. Outras informações serão passadas tempestivamente”, informou o Centro de Comunicação Social da Marinha, em nota à imprensa.

Várias autoridades brasileiras manifestaram condolências ao Líbano devido a grande destruição que ocorreu na capital do país. Entre elas o ex-presidente Michel Temer que é descendente de libaneses.

“Consternado com o gravíssimo incidente ocorrido hoje em Beirute, trago a minha palavra de condolências às famílias das vítimas. Que o espírito de luta e superação dos libaneses, mais uma vez estejam presentes. Força, meu Líbano!”

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), prestou solidariedade ao povo libanês em nome da Câmara e encaminhou mensagem ao embaixador do País, Joseph Sayah.

“Em nome da Câmara dos Deputados, reafirmo nossa solidariedade ao querido povo do Líbano, e transmito nossas mais sentidas condolências pelas muitas vidas perdidas. Estamos todos consternados com as violentas explosões hoje ocorridas na área do porto de Beirute”.