Infra S/A

Mulher de secretário do Esporte tem boquinha de R$25,8 mil em estatal

Ela assumiu o posto do marido na Infra SA desde dezembro de 2023

acessibilidade:
Ministro dos Esportes, André Fufuca, e secretário nacional do Esporte, Paulo Henrique Perna Cordeiro. (Foto: Reproodução/Instagram).

O secretário do ministro do Esporte, André Fufuca Paulo Henrique Perna Cordeiro deixou a esposa com uma boquinha de mais de R$ 25 mil na Infra SA.

A mulher de Perna, a advogada, Renata Sousa Cordeiro,  foi indicada para a Superintendência de Integridade e Risco na empresa. O salário para o cargo é de R$ 25,8 mil. De acordo com o portal Metrópoles, Renata levou o posto após indicação do marido.

O salário de Perna na secretaria é de R$ 18,5 mil. Juntos, o casal juntos fatura mais de R$ 40 mil só com os vencimentos.

Renata, que assumiu o posto em dezembro do ano passado, afirma ter qualificações para o cargo e participou do processo seletivo “regularmente” e que passou por uma “entrevista e apresentou seu currículo de forma independente”, enquanto seu marido já estava em transição para o Ministério do Esporte.

O secretário diz que apenas “sugeriu sua esposa para o cargo, sem influenciar sua contratação”.

Quando Perna Cordeiro soube que deixaria a Infra SA, mencionou o nome de Renata ao presidente da empresa, Jorge Luiz Macedo Bastos por telefone como uma sugestão para sua substituição.

Paulo Henrique Perna Cordeiro e sua esposa, Renata Sousa Cordeiro. (Foto: Reprodução/Instagram).

A Infra SA declarou que a contratação de Renata seguiu todos os procedimentos padrão para cargos comissionados.

A advogada foi oficialmente nomeada pela Portaria de pessoal nº 494, em 1º de dezembro de 2023, e os procedimentos de nomeação cumpriram os requisitos da Portaria Valec nº 741, de 17 de dezembro de 2019.

Reportar Erro