Mais Lidas

O Brasil perde graça

Morre Agildo Ribeiro, um dos artistas mais queridos pelos brasileiros

Humorista deixa um filho e neta que descobriu há seis anos

acessibilidade:

Agildo na TV Globo.

O humorista Agildo Ribeiro, um dos artistas mais queridos do Brasil, que sofria de problemas cardíacos, morreu na manhã deste sábado (28) aos 86 anos, em sua casa no Leblon, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Filho de revolucionário comunista, estudou em colégio militar e trabalhou até como telefonista, antes de atuar.

O “capitão do riso” começou no rádio, mas conquistou a fama em todo o Pais na TV. “Eu abro a boca e todo mundo ri. Eu nasci para ser artista”, disse certa vez.

Agildo Ribeiro se popularizou na companhia do ratinho Topo Gigio, personagem de um programa infantil na TV no final da década de 1960, e fez inúmeros trabalhos no teatro, cinema e TV. Ele foi o primeiro ator a interpretar João Grilo, personagem central da peça “Auto da Compadecida”, de Ariano Suassuna.

Há seis anos, em 2012, Agildo Ribeiro descobriu que tinha um filho já com 47 anos, Marcelo Galvão, e avô de uma menina. Ele teve vários casamentos, inclusive com as atrizes Marília Pera e Consuelo Leandro. Seu último casamento foi com a atriz e bailarina Didi Barata Ribeiro, falecida em 2009.