Mais Lidas

Canteiro de obras a céu aberto

Morador questiona atuação de Detran em rua sem asfalto e enlameada de Vicente Pires

Em vídeo, morador afirma que o órgão continua arrecadando, mesmo IPTU e IPVA não consertando a "tragédia"

acessibilidade:
Rua sem asfalto e enlameada em Vicente Pires. Foto: Reprodução

Em um vídeo que circula nesta terça (19) pelas redes sociais, um morador do Vicente Pires questiona a atuação do Detran-DF em uma rua sem asfalto e enlameada na região administrativa que sofre constantemente com a falta de infraestrutura.

“Olha que impressionante: falta tudo no Vicente Pires. Falta asfalto, a buraqueira toma de conta, mas não falta o Detran para multar as pessoas. A lama toma de conta da cidade, mas o Detran está aqui, arrecadando, enquanto o IPTU e o IPVA que nós pagamos não conserta essa tragédia”, afirma o morador no vídeo.

Confira o vídeo:

Canteiro a céu aberto

Em processo de regularização, a região é conhecida por ser um canteiro de obras a céu aberto. Com asfalto precário e até falta dele em algumas áreas da região administrativa, o Vicente Pires é destaque nos noticiários principalmente após um dia de chuva.

Obras de drenagem pluvial e de construção de bacias de contenção de água da chuva, por exemplo, estão inacabadas desde 2015, quando as intervenções foram iniciadas pelo Governo do Distrito Federal.

Em outubro do ano passado, um caso ganhou repercussão nacional quando um carro em que estavam dois idosos foi engolido por uma cratera que se abriu no asfalto durante uma forte chuva. Com ajuda de pessoas que estavam passando pelo local no momento, o motorista e a passageira conseguiram sair do automóvel sem ferimentos graves.

Todos os anos, os moradores e motoristas sofrem com ruas alagadas na cidade