Revisão para cima

Ministério da Economia prevê PIB do Brasil crescendo 2,7% este ano

Crescimento de 2,7% ainda está abaixo da projeção de 3,25% feita recentemente pelo Bank of America para a economia brasileira

acessibilidade:
Operários atuando na produção de motocicleta em fábrica brasileira.
Operários atuando na produção de motocicleta em fábrica brasileira

O Ministério da Economia divulgou nova previsão de crescimento da economia elevando a previsão de alta do PIB de 2% para 2,7%. O boletim Macro Fiscal, publicado nesta quinta (15) pela Secretaria de Política Econômica (SPE), também reduziu a projeção para a inflação, de 7,2% para 6,3%.

A explicação da revisão para cima do PIB, segundo a Economia, se deve ao crescimento de 1,2% registrado no 2º trimestre do ano. O crescimento de 2,7% está acima da última previsão feita pelo boletim Focus, do Banco Central ouvindo mais de 100 instituições financeiras, que prevê alta de 2,39%, mas está abaixo da projeção de 3,25% feita pelo Bank of America recentemente.

A previsão do governo para o crescimento do PIB em 2023 segue conservadora em 2,5% e bem acima dos 0,5% estimados pelo mercado. Vale lembrar que, no início do ano, os mesmos analistas previam crescimento do PIB de apenas 0,28% em 2022, quase dez vezes menos que a projeção atual dos mesmos analistas.

“Espera-se continuidade do crescimento da atividade ao longo deste segundo semestre. As primeiras divulgações para o mês de julho sugerem que indústria, serviços e mercado de trabalho continuam crescendo”, diz nota do Ministério da Economia.