Mais Lidas

Chegou por Guarulhos

Minas Gerais confirma primeiro caso da variante indiana no estado

Paciente chegou ao Brasil pelo Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, no dia 18 de maio

acessibilidade:

A prefeitura de Juiz de Fora informou ter sido notificada pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde do Estado de Minas Gerais de que o sequenciamento genético de um paciente internado na Santa Casa de Misericórdia do município teve resultado positivo para a variante indiana do novo coronavírus.É o oitavo caso da cepa indiana registrado no país.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde diz que o paciente está sendo acompanhado e monitorado pelo Departamento de Vigilância Epidemiológica desde a sua chegada ao município, na Zona da Mata mineira.

“Tão logo os primeiros sintomas foram apresentados, foi realizado o teste pela Fundação Ezequiel Dias para detecção da presença do vírus e recolhimento do material biológico para exame de sequenciamento genético”, informa a secretaria. Não foi informado o quadro clínico da pessoa.

Segundo a prefeitura, todas as medidas e protocolos de segurança sanitária foram adotados. O paciente foi isolado e encontra-se nas instalações do hospital. “Ele teve contato apenas com sua esposa, que está assintomática, em isolamento domiciliar e sendo monitorada”, informou a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), em nota.

Ainda de acordo com a Prefeitura de Juiz de Fora, o paciente que está com a variante indiana é uma pessoa que esteve na Índia trabalhando embarcada em um navio. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) disse que o paciente chegou ao Brasil pelo Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, no dia 18 de maio, e deslocou-se de carro de São Paulo para a cidade.

O Brasil tem outros seis casos da cepa indiana confirmados no Maranhão e um outro no Rio de Janeiro, em Campos. A variante B.1.617 foi classificada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma “preocupação global”.

Vídeos Relacionados