Paralisação dos servidores

Metrô e ônibus mantêm atividades regulares até o fim do dia

Metrô vai funcionar normalmente, assim como ocorreu pela manhã

acessibilidade:

Durante a paralisação geral dos servidores do governo de Brasília, nesta quinta-feira (24), a Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) oferecerá o serviço normalmente durante o restante do dia, assim como ocorreu pela manhã.

A empresa pública enfatiza que roda com a capacidade máxima de 24 trens nos horários de pico quando há demanda para tanto. Como não houve necessidade durante a manhã, um deles não circulou. Apenas as estações Samambaia Sul e Asa Sul abriram com cerca de 40 minutos de atraso, pois os funcionários não compareceram ao trabalho. Porém, outros foram remanejados, e o sistema operou normalmente.

Em relação aos ônibus e micro-ônibus, o Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans) notificou todas as empresas para trabalhar com reforço na frota, caso seja preciso.

Estrutural e Epia
Entre 17h30 e 19h15, o Batalhão de Policiamento Rodoviário da Polícia Militar do Distrito Federal vai assegurar a reversão na pista sul da Estrutural (DF-095), no sentido Plano Piloto-Taguatinga e demais regiões.

Já a pista que liga o Plano Piloto a Sobradinho na DF-003 — conhecida como Estrada Parque Indústria e Abastecimento (Epia) — não será revertida das 17h30 às 19h45, porque as equipes do Departamento de Estradas de Rodagem aderiram à manifestação de hoje.

Serviços do Detran
Os postos do Departamento de Trânsito (Asa Sul, Brazlândia, Gama, Paranoá, Planaltina, Recanto das Emas, Setor de Administração Municipal, Setor de Indústrias Gráficas, Shopping Popular, Sobradinho e Taguatinga), inclusive os do Na Hora — Ceilândia, Gama, Plano Piloto, Riacho Fundo, Sobradinho e Taguatinga —, aderiram à paralisação. Assim, todos os serviços de atendimento estão suspensos até o fim do dia. Não será possível requisitar o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo, o Documento Único de Transferência, segundas vias de Carteira Nacional de Habilitação nem fazer transferência de automóveis. Vistorias e fiscalizações também ficam interrompidas. (Agência Brasília)

Reportar Erro