Mais Lidas

Carnaval garantido

Mesmo sem Pinto da Madrugada, Maceió terá prévias e carnaval

Liga Carnavalesca fortalece prévias que começam neste domingo

acessibilidade:

Apesar do choque da decisão dos dirigentes do Bloco Pinto da Madrugada de deixar de desfilar nas tradicionais prévias carnavalescas da capital alagoana em 2017, a Liga Carnavalesca de Maceió não permitirá que um eventual sentimento de luto ofusque a alegria presente nos fins de semana que antecedem o carnaval. Uma extensa programação está garantida e reforça a capital de Alagoas como porta de entrada para a Folia de Momo no Nordeste.

A abertura das prévias acontece neste domingo (22), na Ponta Verde, das 10h às 16h, com o Carnaval de Edécio Lopes. E a programação completa do pré-carnaval e do carnaval de Maceió apresenta, além das atrações da noite de 17 de fevereiro no Jaraguá Folia, os eventos que garantirão a reunião de foliões no espaço ocupado há 17 anos pelo Bloco Pinto da Madrugada, no dia 18 de fevereiro.

Mas a programação prossegue até a terça feira de carnaval, no dia 28 de fevereiro, com três eventos que acontecerão graças ao patrocínio da iniciativa privada e do Governo de Alagoas, diante da impossibilidade alegada pela Prefeitura de Maceió de repassar de recursos para a Liga e para o Pinto da Madrugada, devido à crise econômica.

Dinho Lopes preside a Liga (Foto: Joyce Marina/CM)“A Liga entendeu que tinha que agradecer por tudo que o Pinto representa para o carnaval de Alagoas e se apropriar dessa capacidade de mobilização das famílias e visitantes, para manter essa tradição viva. Cada uma das seis orquestras previstas desfilará por quatro horas, homenageando o Pinto na manhã do fim de semana que antecede o sábado do Zé Pereira, mesmo local e horário onde tradicionalmente acontecia o bloco. Entendemos que se deixássemos essa peteca cair, não recuperaríamos mais nunca essa mobilização”, disse Dinho Lopes, presidente da Liga Carnavalesca de Maceió e filho do saudoso "Embaixador do Frevo", o radialista Edécio Lopes.

Dinho critica a falta de apoio financeiro da Prefeitura de Maceió, mas vê, este ano, mais coerência que em 2016, quando o prefeito Rui Palmeira (PSDB) não investiu nas prévias, mas realizou o Festival Maceió Verão. Este ano, não haverá os shows do festival, nem o apoio aos blocos, por falta de recursos. "O mínimo que se espera é a infraestrutura de banheiros químicos e organização de trânsito", concluiu Dinho Lopes.

NOVIDADES

As maiores novidades são os eventos da Orla da Pajuçara à Ponta Verde, como o bloco dos Amigos do Rei, com Patusco, o Bloco Samba de Nego, com sambistas, e mais 06 orquestras  que irão homenagear o Pinto da Madrugada.

As Pecinhas de Maceió também desfilarão no dia 18 de fevereiro, com trio elétrico e três bandas. E depois haverá a Turma da Rolinha, no início da tarde do sábado.

Além de tudo, uma orquestra fixa tocará de 9h ao meio dia, em frente à Barraca Pedra Virada, para animação dos adultos e um espaço infantil com bloquinho e passistas para as crianças que ficará entre as barracas Lopana e o Kanoa. 

Os Bailes tradicionais como o Vermelho & Preto, Seresteiros da Pitanguinha e Verde & Branco também fazem parte da programação da Liga Carnavalesca de Maceió. 

Veja a programação completa: