Mais Lidas

Esquema político

Mensalinho

TJ reconduz três vereadores afastados aos seus cargos

acessibilidade:

Por decisão do Desembargador e presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas, Washington Luiz, os três vereadores de Joaquim Gomes acusados de participar do esquema que ficou conhecido na mídia como "Mensalinho" foram reconduzidos aos seus cargos. O presidente do TJ/AL concedeu a liminar estendendo a Edivan Antônio da Silva, Edivaldo Alexandre da Silva Leite e Cícero de Almeida Lira os efeitos das decisões anteriores do Pleno em relação aos demais vereadores. Dos oito afastados, apenas os três ainda não haviam conseguido retornar à Câmara Municipal.

Além dos vereadores o ex-secretário de saúde do município, Ledson da Silva, foram presos em outubro do ano passado em uma operação do Ministério Público Estadual (MPE/AL), em parceria com as polícias civil e militar, suspeitos de receber propina para apoiar Toninho Batista, prefeito afastado de Joaquim Gomes.

Na ocasião, foram presos Edivan Antônio da Silva (PPS), Antônio Gonzaga Filho (PSL), Edvaldo Alexandre da Silva Leite (PPS), Cícero Almeida Lira (PPS), Adriano Barros da Silva (PRP), Antônio Márcio Jerônimo da Silva (PR), Antônio Emanuel de Albuquerque de Moraes Filho (PR), o Maninho, e Tereza Cristina Oliveira de Almeida (PSDB).

Os vereadores foram afastados das funções por solicitação do Ministério Público Estadual (MPE/AL).